Ortodontia para Adultos

 

A demanda de pacientes adultos que procuram tratamento ortodôntico é cada vez maior. Dados do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo revelam que em 1990 apenas 10% dos pacientes eram adultos. Em 2010 este índice subiu para 50%, ou seja, em 20 anos o número de adultos que se submetem a tratamentos ortodônticos quintuplicou. Este aumento expressivo também é reflexo da mudança de cultura.

Diversos motivos já foram enumerados para justificar este fenômeno, entre eles, a modernização dos aparelhos ortodônticos, a conscientização por parte da sociedade das vantagens estéticas e funcionais deste tratamento e um aumento da exigência estética entre os adultos que, atualmente, tem uma vida social, afetiva e profissional ativas até a senilidade.

Os pacientes adultos, entretanto, mostram características diversas dos adolescentes, pois não apresentam um crescimento ativo, suas aspirações mediante o tratamento são definidas, isto é, desejam um tratamento rápido e que elimine suas queixas. O tratamento ortodôntico em adultos deve, portanto, utilizar uma abordagem direcionada para eliminar a queixa do paciente.

Existe limite de idade para iniciar o tratamento ortodôntico?

A idade não deve ser um fator limitante do tratamento ortodôntico, pois os dentes podem ser movimentados em todas as idades. Entretanto, a abordagem deve ser diferenciada e direcionada, não por motivos mecânicos, mas sim por motivos biológicos, sociais e psicológicos. E esses aspectos, tão importantes para nortear o tratamento ortodôntico, são definidos e estabelecidos no momento do diagnóstico.

Veja também sobre Ortodontia Invisível com Invisalign Porto Alegre.